Você está aqui

Artigos

INCUBADORAS TECNOLÓGICAS DE COOPERATIVAS POPULARES NO BRASIL

Reinaldo Pacheco da Costa
Nos anos 80, coincidente com a luta pela redemocratização do país, se inicia o movimento de Economia Solidária no Brasil como alternativa a um projeto econômico que causou aumento da dívida pública, estagnação econômica e desemprego crescentes. Florescem, então, organizações produtivas baseadas na autogestão, primeiro como alternativa ao desemprego, e, depois, como um movimento econômico, político e social amplo, brasileiro, com a denominação própria de Economia Solidária, querendo levar a democracia do político para a esfera econômica.

Subscrever RSS - blogs